Relatório mensal - agosto 2018

De 01/08/2018 a 31/08/2018
Projeto: Associação Missionários da Santíssima Trindade - (CEDIN, Prof. Paulo César dos Santos Mortari) - TC n.º 74/2018
Sumário Gerencial
1| Metas Propostas

Neste mês foi realizada o projeto promover a responsabilidade ambiental, a atenção com a saúde, Saúde bucal, Era uma vez, Sementeiras, Espaço fisíco externo, Cantos que educam, Parque sonoro, Estabelecimento de diálogo aberto com as famílias, Visando um atendimento de excelente qualidade aos nossos alunos, famílias e comunidade.

2| Resultados Alcançados

Promover a responsabilidade ambiental, a atenção com a saúde:

  • Reuniões em TFC e em pequenos grupos de sala de aula para a promoção da cultura da paz e encaminhamentos educativos.
  • Palestra para todos os funcionários da escola, com o objetivo de formar educadores capazes de agirem em total acordo com a política firmada no convênio assinado.
  • Reuniões de pais para estreitar laços, dar segurança e promover o trabalho educativo realizado no dia a dia da escola.
  • Busca de parcerias com os pais e pessoas da comunidade que ajam em prol dos projetos idealizados: horta (pessoas que doaram seu tempo e matéria prima para viabilizar o plantio de sementes e mudas referentes ao projeto horta), reciclagem de materiais não estruturados que se transformaram em recursos didáticos e recreativos: instrumentos musicais – chocalho, pauzinhos, reco-reco, castanhola, tambor- , brinquedos infantis – pé de lata, bilboquê, ioiô, vai e vem, capucheta, fantoches – usados na Tarde Divertida
  • Registros escritos e fotográficos do desenvolvimento das atividades propostas, no decorrer do trabalho
  • Elaboração e aplicação de avaliação dos eventos junto à comunidade escolar.

 

Saúde bucal:

  • O conhecimento do DR. Leonardo pelos alunos e famílias da escola
  • Organização do consultório
  • Planejamento das ações educativas e planilha de atendimento
  • Encaminhamentos de urgência de alunos para a UBS
  • Atendimentos aos pais para esclarecimentos
  • Atendimento aos alunos de berçário ao pré
  • Registros fotográficos e por escrito

 

Era uma vez:

  • Organização do espaço de leitura e contação de história
  • Investimento na diversidade de gêneros literários
  • Oportunidades dos alunos vivenciar situações do faz de conta
  • Atendimento aos alunos de berçários ao pré
  • Investimento na leitura, contação e teatro para os alunos

 

Sementeiras:

  • - Projeto foi compartilhado com a comunidade escolar 
  • - O projeto foi lançado à comunidade através de bilhetes e em reunião de pais.
  • - O planejamento foi realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.
  • - Delimitação dos canteiros, e preparo da terra para o plantio junto com as crianças em dois momentos: com a professora e educadora e com os voluntários.
  • - Doações de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também a compra terra, mudas e ferramentas.
  • - Todas as salas de Pré I e Pré II já elaboraram cronograma de saída com os alunos para os cuidados com a horta.
  • - Estudos, trocas de experiência foram proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.
  • - Auxílio de dois voluntários para ajudar no plantio e conversar com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo das plantas.

 

Espaço fisíco externo:

  • Realizamos a construção de brinquedos e materiais para compor os espaços externos e os mesmos são revitalizados sempre que necessário para melhor atender nossas crianças.
  • As brincadeiras e os jogos são oportunizados para todas as crianças diariamente.
  • A integração e interação entre as crianças são notórios, promovendo a convivência dos alunos de diferentes faixas etárias.
  • Oferta de oficinas pedagógicas para que pais e filhos construíssem os brinquedos propostos
  • Elaboração do documento Marcas com registros escritos e fotográficos
  • Avaliação das propostas realizada pelos alunos e educadoras.

 

Cantos que educam:

  • Cantos simbólicos estabelecidos
  • Cantos atendendo os eixos demarcados em sala

 

Parque sonoro:

- Envolvimento dos educadores no projeto

- Confecção de materiais e objetos sonoros

- Arrumação dos espaços

 

Estabelecimento de diálogo aberto com as famílias:

Mudança de atitude e comportamento das crianças

 

Visando um atendimento de excelente qualidade aos nossos alunos, famílias e comunidade:

Enriquecimento profissional

Desenvolvimento da empatia e escuta

 

3| Impacto das Ações nos Indicadores do Projeto
Atividades Desenvolvidas
1 | Na onda da Integridade
Completude: 75,00 %
Meta: Promover a responsabilidade ambiental, a atenção com a saúde, a integridade pessoal e a compaixão humana, de maneira a fortalecer medidas para prevenir e promover, facilitar e apoiar no desenvolvimento de uma nova cultura de integridade baseada nos princípios da cultura da paz envolvendo toda comunidade escolar.
Etapa: Envolver todos os funcionários em ações durante os momentos de formação, para que possam compreender os fundamentos que se sustentam a cultura da paz e realizarem seus projetos no decorrer do ano, nas propostas realizadas nos eixos estruturantes de trabalho.
Descrição:

- Reunião com os funcionários de todos os segmentos para disseminação da cultura da paz.

- Palestra “Moralidade na Educação Infantil” com a prof. Dra. Luciane Tognetta

- Reuniões de pais em todas as salas de aula para que os laços afetivos com as famílias, fossem estreitados, enfatizando os princípios que regem a cultura da paz.

- Oportunidades em vivenciar ações que promovam a saúde e bem-estar do ser humano.

- Trabalhamos: projeto horta com alunos das salas de aula dos Pré I e Pré II, confecção de instrumentos musicais e brinquedos infantis com materiais não estruturados (reciclados), prevenção de problemas na saúde bucal.

Pontos de Atenção:
  • Manter a formação continuada com os funcionários trazendo temas que sustentem a prática educativa pautada na cultura da paz.
  • Promover atendimentos aos pais para ouvir e encaminhar ações que auxiliem o bem-estar físico e afetivo dos alunos.

Promover ações que estreitem os laços entre as famílias e a escola no envolvimento com projetos pedagógicos.

Encaminhamentos:
  • Ter cronograma de formação continuada
  • Atuar junto aos pais e funcionários com rapidez e eficiência nos encaminhamentos favoráveis a boa convivência dos alunos na escola.

Oportunizar momentos que enriqueçam as ações educativas que envolvam as famílias atendidas.

2 | Na onda da Integridade
Completude: 75,00 %
Meta: Promover a responsabilidade ambiental, a atenção com a saúde, a integridade pessoal e a compaixão humana, de maneira a fortalecer medidas para prevenir e promover, facilitar e apoiar no desenvolvimento de uma nova cultura de integridade baseada nos princípios da cultura da paz envolvendo toda comunidade escolar.
Etapa: Promoção de palestras sobre temas importantes na criação e educação das crianças com pedagogos, psicólogos, médicos, dentistas, enfermeiros, psicopedagogos, entre outros.
Descrição:

- Reunião com os funcionários de todos os segmentos para disseminação da cultura da paz.

- Palestra “Moralidade na Educação Infantil” com a prof. Dra. Luciane Tognetta

- Reuniões de pais em todas as salas de aula para que os laços afetivos com as famílias, fossem estreitados, enfatizando os princípios que regem a cultura da paz.

- Oportunidades em vivenciar ações que promovam a saúde e bem-estar do ser humano.

- Trabalhamos: projeto horta com alunos das salas de aula dos Pré I e Pré II, confecção de instrumentos musicais e brinquedos infantis com materiais não estruturados (reciclados), prevenção de problemas na saúde bucal.

Pontos de Atenção:
  • Manter a formação continuada com os funcionários trazendo temas que sustentem a prática educativa pautada na cultura da paz.
  • Promover atendimentos aos pais para ouvir e encaminhar ações que auxiliem o bem-estar físico e afetivo dos alunos.

Promover ações que estreitem os laços entre as famílias e a escola no envolvimento com projetos pedagógicos.

Encaminhamentos:
  • Ter cronograma de formação continuada
  • Atuar junto aos pais e funcionários com rapidez e eficiência nos encaminhamentos favoráveis a boa convivência dos alunos na escola.

Oportunizar momentos que enriqueçam as ações educativas que envolvam as famílias atendidas.

3 | Na onda da Integridade
Completude: 75,00 %
Meta: Promover a responsabilidade ambiental, a atenção com a saúde, a integridade pessoal e a compaixão humana, de maneira a fortalecer medidas para prevenir e promover, facilitar e apoiar no desenvolvimento de uma nova cultura de integridade baseada nos princípios da cultura da paz envolvendo toda comunidade escolar.
Etapa: Reunião de pais com o compromisso de realizar ações de estreitamento dos laços afetivos entre a família e a escola, enfatizando os fundamentos da cultura da paz.
Descrição:

- Reunião com os funcionários de todos os segmentos para disseminação da cultura da paz.

- Palestra “Moralidade na Educação Infantil” com a prof. Dra. Luciane Tognetta

- Reuniões de pais em todas as salas de aula para que os laços afetivos com as famílias, fossem estreitados, enfatizando os princípios que regem a cultura da paz.

- Oportunidades em vivenciar ações que promovam a saúde e bem-estar do ser humano.

- Trabalhamos: projeto horta com alunos das salas de aula dos Pré I e Pré II, confecção de instrumentos musicais e brinquedos infantis com materiais não estruturados (reciclados), prevenção de problemas na saúde bucal.

Pontos de Atenção:
  • Manter a formação continuada com os funcionários trazendo temas que sustentem a prática educativa pautada na cultura da paz.
  • Promover atendimentos aos pais para ouvir e encaminhar ações que auxiliem o bem-estar físico e afetivo dos alunos.

Promover ações que estreitem os laços entre as famílias e a escola no envolvimento com projetos pedagógicos.

Encaminhamentos:
  • Ter cronograma de formação continuada
  • Atuar junto aos pais e funcionários com rapidez e eficiência nos encaminhamentos favoráveis a boa convivência dos alunos na escola.

Oportunizar momentos que enriqueçam as ações educativas que envolvam as famílias atendidas.

4 | Na onda da Integridade
Completude: 75,00 %
Meta: Promover a responsabilidade ambiental, a atenção com a saúde, a integridade pessoal e a compaixão humana, de maneira a fortalecer medidas para prevenir e promover, facilitar e apoiar no desenvolvimento de uma nova cultura de integridade baseada nos princípios da cultura da paz envolvendo toda comunidade escolar.
Etapa: Implantação de projetos que promovam a participação dos pais e da comunidade local, com o propósito de formar cidadãos capazes de mudar o mundo, por meio do desenvolvimento da cultura da paz.
Descrição:

- Reunião com os funcionários de todos os segmentos para disseminação da cultura da paz.

- Palestra “Moralidade na Educação Infantil” com a prof. Dra. Luciane Tognetta

- Reuniões de pais em todas as salas de aula para que os laços afetivos com as famílias, fossem estreitados, enfatizando os princípios que regem a cultura da paz.

- Oportunidades em vivenciar ações que promovam a saúde e bem-estar do ser humano.

- Trabalhamos: projeto horta com alunos das salas de aula dos Pré I e Pré II, confecção de instrumentos musicais e brinquedos infantis com materiais não estruturados (reciclados), prevenção de problemas na saúde bucal.

Pontos de Atenção:
  • Manter a formação continuada com os funcionários trazendo temas que sustentem a prática educativa pautada na cultura da paz.
  • Promover atendimentos aos pais para ouvir e encaminhar ações que auxiliem o bem-estar físico e afetivo dos alunos.

Promover ações que estreitem os laços entre as famílias e a escola no envolvimento com projetos pedagógicos.

Encaminhamentos:
  • Ter cronograma de formação continuada
  • Atuar junto aos pais e funcionários com rapidez e eficiência nos encaminhamentos favoráveis a boa convivência dos alunos na escola.

Oportunizar momentos que enriqueçam as ações educativas que envolvam as famílias atendidas.

5 | Na onda da Integridade
Completude: 75,00 %
Meta: Promover a responsabilidade ambiental, a atenção com a saúde, a integridade pessoal e a compaixão humana, de maneira a fortalecer medidas para prevenir e promover, facilitar e apoiar no desenvolvimento de uma nova cultura de integridade baseada nos princípios da cultura da paz envolvendo toda comunidade escolar.
Etapa: Desenvolver ações práticas e proativas (horta, reciclagem, saúde bucal, Recreação entre outras) em defesa do meio ambiente, da saúde do ser humano e da formação ética e moral desta sociedade;
Descrição:

- Reunião com os funcionários de todos os segmentos para disseminação da cultura da paz.

- Palestra “Moralidade na Educação Infantil” com a prof. Dra. Luciane Tognetta

- Reuniões de pais em todas as salas de aula para que os laços afetivos com as famílias, fossem estreitados, enfatizando os princípios que regem a cultura da paz.

- Oportunidades em vivenciar ações que promovam a saúde e bem-estar do ser humano.

- Trabalhamos: projeto horta com alunos das salas de aula dos Pré I e Pré II, confecção de instrumentos musicais e brinquedos infantis com materiais não estruturados (reciclados), prevenção de problemas na saúde bucal.

Pontos de Atenção:
  • Manter a formação continuada com os funcionários trazendo temas que sustentem a prática educativa pautada na cultura da paz.
  • Promover atendimentos aos pais para ouvir e encaminhar ações que auxiliem o bem-estar físico e afetivo dos alunos.

Promover ações que estreitem os laços entre as famílias e a escola no envolvimento com projetos pedagógicos.

Encaminhamentos:
  • Ter cronograma de formação continuada
  • Atuar junto aos pais e funcionários com rapidez e eficiência nos encaminhamentos favoráveis a boa convivência dos alunos na escola.

Oportunizar momentos que enriqueçam as ações educativas que envolvam as famílias atendidas.

6 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Contratação de um profissional de Odontologia para a prevenção e cuidados quanto a saúde bucal os alunos sendo prioridade no dia a dia da escola.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido
Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
7 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Organização do lançamento do projeto “Boca Saudável Criança Feliz” e da inauguração do consultório odontológico.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido
Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
8 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Elaboração do projeto de saúde bucal “Boca saudável, criança feliz”, pela equipe gestora e o profissional de odontologia, priorizando o cuidar e educar na aquisição de hábitos saudáveis.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido
Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
9 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Divulgação do projeto “Boca saudável, criança feliz” para a comunidade escolar, pais, alunos e funcionários, por meio de bilhetes, palestras, cartazes, esclarecendo o projeto.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido
Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
10 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Elaboração e envio às famílias, de autorização por escrito, para o início da prevenção e cuidados com a saúde bucal dos alunos. As autorizações ficarão no prontuário de cada aluno.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido

 

 

Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
11 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Organização do espaço, aquisição de materiais adequados e instalação de equipamentos, adequando-os as necessidades para o atendimento aos alunos.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido
Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
12 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Realização de boas situações de aprendizagem desenvolvidas durante a rotina escolar (roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido

 

Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
13 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Diagnosticar e avaliar os dentes das crianças e planejar o tratamento odontológico.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido
Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
14 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Promover momentos entre o profissional de odontologia e professores em horário de TFC, para que o mesmo capacite os profissionais da Unidade Escolar, quanto o auxílio diário da escovação dos alunos.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido
Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
15 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Promover momentos com as famílias e crianças, através de palestras em sábados letivos.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido
Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
16 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Incluir no período da tarde uma oficina sobre a saúde Bucal.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido

 

Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
17 | Criança saudável, boca feliz
Completude: 75,00 %
Meta: Conscientizar as famílias e os alunos da importância da saúde bucal. ‘Criança saudável, boca feliz’.
Etapa: Criação de material didático com foco na construção de bons hábitos de saúde bucal (panfletos, murais, vídeos, cartilhas, jogos) e sua divulgação na Unidade Escolar e Comunidade.
Descrição:
  • Apresentação e Atendimento do Dr. Leonardo Trigueiro aos alunos da escola para triagem
  • Bilhete aos pais de autorização para atendimento preventivo odontológico
  • Organização do consultório odontológico
  • Realização de roda de conversa, apresentação de teatro, vídeo, que abordem o tema dos cuidados com os dentes e com a boca), tendo como objetivo, a aquisição destes bons hábitos e a diminuição do índice de cáries entre os alunos.
  • Levantamento por meio de triagem da saúde bucal dos alunos
  • Planejamento das ações de atendimento e tratamento preventivo e clínico.

Atendimento e encaminhamentos individuais aos alunos, esclarecendo à família, todos os encaminhamentos.

Pontos de Atenção:
  • Oportunidades de momentos com as famílias
  • Elaboração do documento Marcas
  • Planejamento das ações
  • Avaliação do trabalho desenvolvido
Encaminhamentos:
  • Apresentar planilha dos atendimentos realizados mensalmente para Equipe Gestora
  • Documentar momentos de interação com as crianças para dispor no MARCAS da Unidade.
  • Planejar as ações educativas e procedimentos de atendimentos.
  • Apresentar aos pais/comunidade mensalmente atendimentos e procedimentos realizados no mural da Unidade para que os mesmos acompanhem o trabalho executado pelo Dentista.
18 | Era uma Vez
Completude: 90,00 %
Meta: Implantar o projeto “Era uma Vez”para desenvolver nos alunos o gosto pela leitura, estimular a imaginação e ampliar os conhecimentos de mundo propiciando a familiaridade com os livros com os diferentes gêneros literários e a diferenciação entre ilustrações e a escrita.
Etapa: Contratação de um profissional para a sala de leitura onde serão realizadas atividades semanais de contação e leitura de histórias, dramatização, e nos eventos especiais da Unidade Escolar o mesmo realizará atividades culturais com alunos e pais.
Descrição:
  • Contratação da prof. Patrícia Cristiane para a sala de leitura
  • Organização da sala de leitura com os espaços ricos e significativos ao mundo do faz de conta, com mobiliário próprio e diversidade de propostas.
  • Seleção e catalogação dos livros e materiais para atender aos alunos das diferentes faixas etárias do berçário ao pré.
  • Realização de reunião com a equipe gestora, para avaliar as ações e planejar novas situações de interação com os alunos e suas respectivas famílias qualificando as ações educativas, ampliando o fazer pedagógico e enriquecendo a prática.
  • Construção pela professora Patrícia livros (pano, papelão, plástico) e outros materiais pedagógicos (fantoche, dedoche, avental, luva, vareta, fantasia, máscara, assessórios e outros) que enriqueçam o trabalho desenvolvido na sala de leitura.

 

Pontos de Atenção:
  • Registros fotográficos e por escrito do trabalho com a literatura infantil para compor o documento Marcas

Planejamento e avaliação das situações de aprendizagens desenvolvidas com os alunos das diferentes faixas etárias

 

Encaminhamentos:
  • Fazer um registro contínuo das propostas realizadas com os alunos

Avaliar junto aos alunos e educadoras/professoras o desenvolvimento dos alunos

19 | Era uma Vez
Completude: 90,00 %
Meta: Implantar o projeto “Era uma Vez”para desenvolver nos alunos o gosto pela leitura, estimular a imaginação e ampliar os conhecimentos de mundo propiciando a familiaridade com os livros com os diferentes gêneros literários e a diferenciação entre ilustrações e a escrita.
Etapa: Organização da sala de leitura com os espaços bem estruturados, mobiliário próprio e diversidade de propostas, catalogação dos livros e materiais para atender aos alunos das diferentes faixas etárias do berçário ao pré.
Descrição:
  • Contratação da prof. Patrícia Cristiane para a sala de leitura
  • Organização da sala de leitura com os espaços ricos e significativos ao mundo do faz de conta, com mobiliário próprio e diversidade de propostas.
  • Seleção e catalogação dos livros e materiais para atender aos alunos das diferentes faixas etárias do berçário ao pré.
  • Realização de reunião com a equipe gestora, para avaliar as ações e planejar novas situações de interação com os alunos e suas respectivas famílias qualificando as ações educativas, ampliando o fazer pedagógico e enriquecendo a prática.
  • Construção pela professora Patrícia livros (pano, papelão, plástico) e outros materiais pedagógicos (fantoche, dedoche, avental, luva, vareta, fantasia, máscara, assessórios e outros) que enriqueçam o trabalho desenvolvido na sala de leitura.

 

Pontos de Atenção:
  • Registros fotográficos e por escrito do trabalho com a literatura infantil para compor o documento Marcas

Planejamento e avaliação das situações de aprendizagens desenvolvidas com os alunos das diferentes faixas etárias

Encaminhamentos:
  • Fazer um registro contínuo das propostas realizadas com os alunos

Avaliar junto aos alunos e educadoras/professoras o desenvolvimento dos alunos

20 | Era uma Vez
Completude: 90,00 %
Meta: Implantar o projeto “Era uma Vez”para desenvolver nos alunos o gosto pela leitura, estimular a imaginação e ampliar os conhecimentos de mundo propiciando a familiaridade com os livros com os diferentes gêneros literários e a diferenciação entre ilustrações e a escrita.
Etapa: Realização de reunião Bimestral com a equipe gestora, para avaliar as ações e planejar novas situações de interação com os alunos e suas respectivas famílias qualificando as ações educativas, ampliando o fazer pedagógico e enriquecendo a prática.
Descrição:
  • Contratação da prof. Patrícia Cristiane para a sala de leitura
  • Organização da sala de leitura com os espaços ricos e significativos ao mundo do faz de conta, com mobiliário próprio e diversidade de propostas.
  • Seleção e catalogação dos livros e materiais para atender aos alunos das diferentes faixas etárias do berçário ao pré.
  • Realização de reunião com a equipe gestora, para avaliar as ações e planejar novas situações de interação com os alunos e suas respectivas famílias qualificando as ações educativas, ampliando o fazer pedagógico e enriquecendo a prática.
  • Construção pela professora Patrícia livros (pano, papelão, plástico) e outros materiais pedagógicos (fantoche, dedoche, avental, luva, vareta, fantasia, máscara, assessórios e outros) que enriqueçam o trabalho desenvolvido na sala de leitura.
Pontos de Atenção:
  • Registros fotográficos e por escrito do trabalho com a literatura infantil para compor o documento Marcas

Planejamento e avaliação das situações de aprendizagens desenvolvidas com os alunos das diferentes faixas etárias

Encaminhamentos:
  • Fazer um registro contínuo das propostas realizadas com os alunos

Avaliar junto aos alunos e educadoras/professoras o desenvolvimento dos alunos

21 | Era uma Vez
Completude: 90,00 %
Meta: Implantar o projeto “Era uma Vez”para desenvolver nos alunos o gosto pela leitura, estimular a imaginação e ampliar os conhecimentos de mundo propiciando a familiaridade com os livros com os diferentes gêneros literários e a diferenciação entre ilustrações e a escrita.
Etapa: Estabelecimento de parcerias junto a empresas e comércios para aquisição periódica de exemplares de livros, materiais e outros recursos adequados as diferentes faixas etárias, que promovam a leitura, contação e dramatização de histórias.
Descrição:
  • Contratação da prof. Patrícia Cristiane para a sala de leitura
  • Organização da sala de leitura com os espaços ricos e significativos ao mundo do faz de conta, com mobiliário próprio e diversidade de propostas.
  • Seleção e catalogação dos livros e materiais para atender aos alunos das diferentes faixas etárias do berçário ao pré.
  • Realização de reunião com a equipe gestora, para avaliar as ações e planejar novas situações de interação com os alunos e suas respectivas famílias qualificando as ações educativas, ampliando o fazer pedagógico e enriquecendo a prática.
  • Construção pela professora Patrícia livros (pano, papelão, plástico) e outros materiais pedagógicos (fantoche, dedoche, avental, luva, vareta, fantasia, máscara, assessórios e outros) que enriqueçam o trabalho desenvolvido na sala de leitura.
Pontos de Atenção:
  • Registros fotográficos e por escrito do trabalho com a literatura infantil para compor o documento Marcas

Planejamento e avaliação das situações de aprendizagens desenvolvidas com os alunos das diferentes faixas etárias

Encaminhamentos:
  • Fazer um registro contínuo das propostas realizadas com os alunos

Avaliar junto aos alunos e educadoras/professoras o desenvolvimento dos alunos

22 | Era uma Vez
Completude: 90,00 %
Meta: Implantar o projeto “Era uma Vez”para desenvolver nos alunos o gosto pela leitura, estimular a imaginação e ampliar os conhecimentos de mundo propiciando a familiaridade com os livros com os diferentes gêneros literários e a diferenciação entre ilustrações e a escrita.
Etapa: Construção pelo profissional periodicamente de livros (pano, papelão, plástico) e outros materiais pedagógicos (fantoche, dedoche, avental, luva, vareta, fantasia, máscara, assessórios e outros) que enriqueçam o trabalho desenvolvido na sala de leitura.
Descrição:
  • Contratação da prof. Patrícia Cristiane para a sala de leitura
  • Organização da sala de leitura com os espaços ricos e significativos ao mundo do faz de conta, com mobiliário próprio e diversidade de propostas.
  • Seleção e catalogação dos livros e materiais para atender aos alunos das diferentes faixas etárias do berçário ao pré.
  • Realização de reunião com a equipe gestora, para avaliar as ações e planejar novas situações de interação com os alunos e suas respectivas famílias qualificando as ações educativas, ampliando o fazer pedagógico e enriquecendo a prática.
  • Construção pela professora Patrícia livros (pano, papelão, plástico) e outros materiais pedagógicos (fantoche, dedoche, avental, luva, vareta, fantasia, máscara, assessórios e outros) que enriqueçam o trabalho desenvolvido na sala de leitura.
Pontos de Atenção:
  • Registros fotográficos e por escrito do trabalho com a literatura infantil para compor o documento Marcas

Planejamento e avaliação das situações de aprendizagens desenvolvidas com os alunos das diferentes faixas etárias

Encaminhamentos:
  • Fazer um registro contínuo das propostas realizadas com os alunos

Avaliar junto aos alunos e educadoras/professoras o desenvolvimento dos alunos

23 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Compartilhar o projeto “As Sementeiras” com os alunos.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

24 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Elaborar o plano de trabalho para o lançamento do projeto junto à comunidade escolar.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

25 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Lançamento do Projeto “As Sementeiras”.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

26 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Planejamento semestral de ações educativas, privilegiando o plantio, o cuidado, a manutenção e a colheita de alimentos orgânicos.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

27 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Preparação da Terra, canteiros e adubação de onde será realizado a horta com os cuidados de todos os educadores e alunos.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

28 | As Sementeiras
Completude: 95,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Aquisição de matéria prima, através de compras ou doações para o preparo do local onde será a horta (terra fértil, adubo, cerca, ferramentas para o plantio, sementes, mudas) e parceria com voluntários.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

29 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Elaboração de cronograma semanal de saída dos alunos com os professores e educadores para os cuidados com a horta.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

30 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Realização de uma horta, pelos professores, educadores e alunos dos berçários e Infantil e pré.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

31 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Favorecer momentos durante o T.F.C. de troca de experiências, pesquisa e reestruturação de planejamento.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

32 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Sensibilização periódica dos alunos e suas famílias, sobre alguns problemas de saúde decorrentes da má alimentação e da devastação do meio ambiente, por meios de murais externos, reunião de pais e atividades em sala de leitura.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

33 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Apoio de funcionário ou voluntário para colaborar nos cuidados com a horta, durante a semana e em outros períodos finais de semanas, feriados e férias.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

34 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Preparo e degustação de diferentes alimentos cultivados na horta escolar de acordo com o período de colheita.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

35 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Realizar uma pesquisa sobre os benefícios dos alimentos plantados.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

36 | As Sementeiras
Completude: 75,00 %
Meta: Desenvolver o projeto “As Sementeiras” visando a formação de bons hábitos alimentares entre os alunos e suas respectivas famílias.
Etapa: Buscar parceria com uma nutricionista para realizar uma formação em TFC, afim de conscientizar sobre alimentação saudável e bons hábitos alimentares.
Descrição:

-  Realização de rodas de conversa com professoras, alunos e educadoras para compartilharem o projeto.

 

-  Envio à comunidade de bilhetes sobre o projeto e divulgação em reunião de pais.

 

- Planejamento realizado pelas professoras juntamente com a Orientadora de Escola no horário de TFC.

 

- Seleção dos canteiros, preparo da terra e realização do plantio de sementes e mudas junto com as crianças.

 

- Aquisição por meio de doação de adubo e sementes pelos pais dos nossos alunos e também adquirimos através de compras terra, mudas e ferramentas.

 

- Manutenção da horta pelas salas de Pré I e Pré II com cronograma de saída dos alunos para os cuidados com o plantio e cultivo.

 

- Trocas de experiência em momentos proporcionados no TFC de planejamento do 2º semestre.

 

- Ajuda de dois voluntários no plantio e conversas com as crianças sobre os cuidados necessários desde o plantio até o cultivo e colheita das plantas.

 

-  A degustação dos alimentos colhidos alface roxa e crespa, cenoura e beterraba, foi realizada com duas salas de Pré II

Pontos de Atenção:

Busca de parcerias com profissionais da área da saúde e nutrição para que haja a conscientização de bons hábitos alimentares

 

Investimento junto aos alunos de berçários e infantis para que haja o hábito da boa alimentação

 

Registros fotográficos e por escrito das ações previstas (marcas)

Encaminhamentos:

Contatar profissionais da UBS, SEC e profissionais voluntários para atuarem junto a comunidade escolar na conscientização da aquisição de bons hábitos alimentares.

Trabalho intensificado aos alunos de berçários e infantis, com atuação próxima dos educadores, professores e famílias.

Elaboração do documento Marcas

37 | Tarde Divertida
Completude: 80,00 %
Meta: Proporcionar espaços físicos externos, com brinquedos e outros materiais pedagógicos, a fim de garantir ações educativas que favoreçam o pleno desenvolvimento de todos os alunos.
Etapa: Construção de brinquedos com materiais recicláveis para compor os espaços externos, privilegiando a interação e oportunizando a vivência em um amplo repertório de movimento e gestos com o corpo para descobrir variados modos de ocupação dos espaços.
Descrição:
  • Planejamento das ações educativas com foco na recreação dos alunos no contraturno
  • Oportunidades dos alunos de interagirem com outros alunos de diferentes idades
  • Construção de brinquedos não estruturados com os alunos
  • Desenvolvimento de jogos e brincadeiras com os alunos
  • Favorecer ao aluno a liberdade de escolha da proposta que quer participar
  • Avaliação dos alunos e educadores sobre o desenvolvimento das atividades propostas
  • Registros fotográficos e por escrito das tardes divertidas.

 

Pontos de Atenção:

Construção de diferentes brinquedos não estruturados antes e durante as propostas realizadas no contraturno

Uso de materiais reciclados e busca de tutoriais para a construção de brinquedos

Brincar junto aos alunos, avaliar e replanejar se necessário

Encaminhamentos:

Pesquisa em sites que promovam o conhecimento e a realização de materiais não estruturados

Planejar diferentes brinquedos e brincadeiras

Construir do Documento Marcas com registros escrito e fotográficos

Participar junto aos alunos das brincadeiras propostas

Avaliar a Tarde Divertida e ajustar caso necessite

38 | Tarde Divertida
Completude: 80,00 %
Meta: Proporcionar espaços físicos externos, com brinquedos e outros materiais pedagógicos, a fim de garantir ações educativas que favoreçam o pleno desenvolvimento de todos os alunos.
Etapa: Desenvolvimento de jogos e brincadeiras para as diferentes faixas etárias oportunizando a interação e a ludicidade entre os alunos.
Descrição:
  • Planejamento das ações educativas com foco na recreação dos alunos no contraturno
  • Oportunidades dos alunos de interagirem com outros alunos de diferentes idades
  • Construção de brinquedos não estruturados com os alunos
  • Desenvolvimento de jogos e brincadeiras com os alunos
  • Favorecer ao aluno a liberdade de escolha da proposta que quer participar
  • Avaliação dos alunos e educadores sobre o desenvolvimento das atividades propostas
  • Registros fotográficos e por escrito das tardes divertidas.
Pontos de Atenção:

Construção de diferentes brinquedos não estruturados antes e durante as propostas realizadas no contraturno

Uso de materiais reciclados e busca de tutoriais para a construção de brinquedos

Brincar junto aos alunos, avaliar e replanejar se necessário

Encaminhamentos:

Pesquisa em sites que promovam o conhecimento e a realização de materiais não estruturados

Planejar diferentes brinquedos e brincadeiras

Construir do Documento Marcas com registros escrito e fotográficos

Participar junto aos alunos das brincadeiras propostas

Avaliar a Tarde Divertida e ajustar caso necessite

39 | Cantos que Encantam
Completude: 45,00 %
Meta: Compor e manter organizado os espaços físicos das salas de aula em cantos. Oferecendo ambiente rico em possibilidades de aprendizagem.
Etapa: Planejamento dos cantos e dos ambientes de acordo com a faixa etária e características do desenvolvimento infantil envolvendo os alunos desde o planejamento até sua confecção.
Descrição:
  • Foi planejado juntamente com as professoras e educadoras os ambientes das salas respeitando as idades e suas características, realizando estudos em TFC.
  • Foi realizado estudos em TFC sobre os trabalhos com cantos de aprendizagem e as características da faixa etária, sendo assim os cantos e ambiente estão sendo alimentados e reestruturados.
  • Os cantos estão sendo organizados de acordo com as características da faixa etária.

Alguns momentos são oportunizados a cada dois meses para que possamos adequar nossas atividades e planejamento.

Pontos de Atenção:
  • Croqui da sala de aula
  • Alimentação dos cantos de acordo com os planejamentos
  • Propor atividades que favoreçam o uso social
  • Reposição de materiais para atender os ambientes de aprendizagem
  • Registros fotográficos e por escrito em documento Marcas
  • Avaliação dos cantos e ambientes de aprendizagem com as crianças
Encaminhamentos:
  • Realizar o croqui da sala de acordo com as orientações da SEC
  • Reposição de materiais que suscitem a aprendizagem proposta nos cantos
  • Propor atividades onde o uso social real esteja garantido
  • Registrar em documento Marcas o percurso de criação e manutenção dos espaços de sala de aula

Avaliação das crianças e replanejamento dos cantos

40 | Cantos que Encantam
Completude: 45,00 %
Meta: Compor e manter organizado os espaços físicos das salas de aula em cantos. Oferecendo ambiente rico em possibilidades de aprendizagem.
Etapa: Implantação dos cantos e ambientes pedagógicos nas salas de aula, com materiais adequados considerando os interesses de trabalho e dos campos de experiências.
Descrição:
  • Foi planejado juntamente com as professoras e educadoras os ambientes das salas respeitando as idades e suas características, realizando estudos em TFC.
  • Foi realizado estudos em TFC sobre os trabalhos com cantos de aprendizagem e as características da faixa etária, sendo assim os cantos e ambiente estão sendo alimentados e reestruturados.
  • Os cantos estão sendo organizados de acordo com as características da faixa etária.

Alguns momentos são oportunizados a cada dois meses para que possamos adequar nossas atividades e planejamento.

Pontos de Atenção:
  • Croqui da sala de aula
  • Alimentação dos cantos de acordo com os planejamentos
  • Propor atividades que favoreçam o uso social
  • Reposição de materiais para atender os ambientes de aprendizagem
  • Registros fotográficos e por escrito em documento Marcas
  • Avaliação dos cantos e ambientes de aprendizagem com as crianças
Encaminhamentos:
  • Realizar o croqui da sala de acordo com as orientações da SEC
  • Reposição de materiais que suscitem a aprendizagem proposta nos cantos
  • Propor atividades onde o uso social real esteja garantido
  • Registrar em documento Marcas o percurso de criação e manutenção dos espaços de sala de aula

Avaliação das crianças e replanejamento dos cantos

41 | Cantos que Encantam
Completude: 45,00 %
Meta: Compor e manter organizado os espaços físicos das salas de aula em cantos. Oferecendo ambiente rico em possibilidades de aprendizagem.
Etapa: Organização de novos cantos e ambientes de aprendizagem, atendendo as necessidades e interesses dos alunos e o planejamento pedagógico, respeitando as características das faixas etárias e substituindo-os sempre que houver necessidade.
Descrição:
  • Foi planejado juntamente com as professoras e educadoras os ambientes das salas respeitando as idades e suas características, realizando estudos em TFC.
  • Foi realizado estudos em TFC sobre os trabalhos com cantos de aprendizagem e as características da faixa etária, sendo assim os cantos e ambiente estão sendo alimentados e reestruturados.
  • Os cantos estão sendo organizados de acordo com as características da faixa etária.

Alguns momentos são oportunizados a cada dois meses para que possamos adequar nossas atividades e planejamento.

Pontos de Atenção:
  • Croqui da sala de aula
  • Alimentação dos cantos de acordo com os planejamentos
  • Propor atividades que favoreçam o uso social
  • Reposição de materiais para atender os ambientes de aprendizagem
  • Registros fotográficos e por escrito em documento Marcas
  • Avaliação dos cantos e ambientes de aprendizagem com as crianças
Encaminhamentos:
  • Realizar o croqui da sala de acordo com as orientações da SEC
  • Reposição de materiais que suscitem a aprendizagem proposta nos cantos
  • Propor atividades onde o uso social real esteja garantido
  • Registrar em documento Marcas o percurso de criação e manutenção dos espaços de sala de aula

Avaliação das crianças e replanejamento dos cantos

42 | Cantos que Encantam
Completude: 45,00 %
Meta: Compor e manter organizado os espaços físicos das salas de aula em cantos. Oferecendo ambiente rico em possibilidades de aprendizagem.
Etapa: Reposição de brinquedos, de outros materiais lúdicos e pedagógicos sempre que houver necessidade; para que a proposta desenvolvida nos cantos e ambientes, promovam ricas situaçõesaprendizagem para os alunos.
Descrição:
  • Foi planejado juntamente com as professoras e educadoras os ambientes das salas respeitando as idades e suas características, realizando estudos em TFC.
  • Foi realizado estudos em TFC sobre os trabalhos com cantos de aprendizagem e as características da faixa etária, sendo assim os cantos e ambiente estão sendo alimentados e reestruturados.
  • Os cantos estão sendo organizados de acordo com as características da faixa etária.

Alguns momentos são oportunizados a cada dois meses para que possamos adequar nossas atividades e planejamento.

Pontos de Atenção:
  • Croqui da sala de aula
  • Alimentação dos cantos de acordo com os planejamentos
  • Propor atividades que favoreçam o uso social
  • Reposição de materiais para atender os ambientes de aprendizagem
  • Registros fotográficos e por escrito em documento Marcas
  • Avaliação dos cantos e ambientes de aprendizagem com as crianças
Encaminhamentos:
  • Realizar o croqui da sala de acordo com as orientações da SEC
  • Reposição de materiais que suscitem a aprendizagem proposta nos cantos
  • Propor atividades onde o uso social real esteja garantido
  • Registrar em documento Marcas o percurso de criação e manutenção dos espaços de sala de aula

Avaliação das crianças e replanejamento dos cantos

43 | Tarde Divertida
Completude: 45,00 %
Meta: Compor e manter organizado os espaços físicos das salas de aula em cantos. Oferecendo ambiente rico em possibilidades de aprendizagem.
Etapa: Favorecer momentos de estudos durante o T.F.C. de troca de experiências, pesquisa, confecção e reestruturação de planejamento.
Descrição:
  • Foi planejado juntamente com as professoras e educadoras os ambientes das salas respeitando as idades e suas características, realizando estudos em TFC.
  • Foi realizado estudos em TFC sobre os trabalhos com cantos de aprendizagem e as características da faixa etária, sendo assim os cantos e ambiente estão sendo alimentados e reestruturados.
  • Os cantos estão sendo organizados de acordo com as características da faixa etária.

Alguns momentos são oportunizados a cada dois meses para que possamos adequar nossas atividades e planejamento.

Pontos de Atenção:
  • Croqui da sala de aula
  • Alimentação dos cantos de acordo com os planejamentos
  • Propor atividades que favoreçam o uso social
  • Reposição de materiais para atender os ambientes de aprendizagem
  • Registros fotográficos e por escrito em documento Marcas
  • Avaliação dos cantos e ambientes de aprendizagem com as crianças
Encaminhamentos:
  • Realizar o croqui da sala de acordo com as orientações da SEC
  • Reposição de materiais que suscitem a aprendizagem proposta nos cantos
  • Propor atividades onde o uso social real esteja garantido
  • Registrar em documento Marcas o percurso de criação e manutenção dos espaços de sala de aula

Avaliação das crianças e replanejamento dos cantos

44 | Parque sonoro
Completude: 45,00 %
Meta: Criar um parque sonoro com os diferente painéis e objetos favorecendo a criação experimentação e pesquisa de diferentes sons, de maneira lúdica e divertida.
Etapa: Em TFC proporcionar reflexões e discussões sobre a música na Educação Infantil e as melhores propostas pedagógicas de exploração e produção de sons.
Descrição:

- Em TFC apresentação da proposta de parque sonoro

- Levantamento das possibilidades de objetos sonoros

- Confecção de objetos sonoros na ala dos berçários

- Campanha com a comunidade escolar para a arrecadação de materiais

Pontos de Atenção:

- Planejamento e plano de ação para a implantação do parque sonoro

- Avaliação

Encaminhamentos:

- Projeto de formação em serviço com professoras e educadoras

- Campanha de arrecadação dos materiais com a comunidade escolar

- Avaliação dos alunos, dos funcionários e pais sobre o projeto parque sonoro.

45 | Parque sonoro
Completude: 45,00 %
Meta: Criar um parque sonoro com os diferente painéis e objetos favorecendo a criação experimentação e pesquisa de diferentes sons, de maneira lúdica e divertida.
Etapa: Planejamento de ações para a confecção e montagem do parque sonoro.
Descrição:

- Em TFC apresentação da proposta de parque sonoro

- Levantamento das possibilidades de objetos sonoros

- Confecção de objetos sonoros na ala dos berçários

- Campanha com a comunidade escolar para a arrecadação de materiais

Pontos de Atenção:

- Planejamento e plano de ação para a implantação do parque sonoro

- Avaliação

Encaminhamentos:

- Projeto de formação em serviço com professoras e educadoras

- Campanha de arrecadação dos materiais com a comunidade escolar

- Avaliação dos alunos, dos funcionários e pais sobre o projeto parque sonoro.

46 | Parque sonoro
Completude: 45,00 %
Meta: Criar um parque sonoro com os diferente painéis e objetos favorecendo a criação experimentação e pesquisa de diferentes sons, de maneira lúdica e divertida.
Etapa: Aquisição de materiais por meio da campanha de arrecadação com a comunidade.
Descrição:

- Em TFC apresentação da proposta de parque sonoro

- Levantamento das possibilidades de objetos sonoros

- Confecção de objetos sonoros na ala dos berçários

- Campanha com a comunidade escolar para a arrecadação de materiais

Pontos de Atenção:

- Planejamento e plano de ação para a implantação do parque sonoro

- Avaliação

Encaminhamentos:

- Projeto de formação em serviço com professoras e educadoras

- Campanha de arrecadação dos materiais com a comunidade escolar

- Avaliação dos alunos, dos funcionários e pais sobre o projeto parque sonoro.

47 | Parque sonoro
Completude: 45,00 %
Meta: Criar um parque sonoro com os diferente painéis e objetos favorecendo a criação experimentação e pesquisa de diferentes sons, de maneira lúdica e divertida.
Etapa: Seleção e aquisição de materiais diversos para produção de diferentes sons (madeira, plástico, metal, grãos, entre outros).
Descrição:

- Em TFC apresentação da proposta de parque sonoro

- Levantamento das possibilidades de objetos sonoros

- Confecção de objetos sonoros na ala dos berçários

- Campanha com a comunidade escolar para a arrecadação de materiais

Pontos de Atenção:

- Planejamento e plano de ação para a implantação do parque sonoro

- Avaliação

Encaminhamentos:

- Projeto de formação em serviço com professoras e educadoras

- Campanha de arrecadação dos materiais com a comunidade escolar

- Avaliação dos alunos, dos funcionários e pais sobre o projeto parque sonoro.

48 | Parque sonoro
Completude: 45,00 %
Meta: Criar um parque sonoro com os diferente painéis e objetos favorecendo a criação experimentação e pesquisa de diferentes sons, de maneira lúdica e divertida.
Etapa: Pesquisa, envolvendo os adultos e as crianças, experimentação e confecção das possíveis sonoridades com os objetos coletados.
Descrição:

- Em TFC apresentação da proposta de parque sonoro

- Levantamento das possibilidades de objetos sonoros

- Confecção de objetos sonoros na ala dos berçários

- Campanha com a comunidade escolar para a arrecadação de materiais

Pontos de Atenção:

- Planejamento e plano de ação para a implantação do parque sonoro

- Avaliação

Encaminhamentos:

- Projeto de formação em serviço com professoras e educadoras

- Campanha de arrecadação dos materiais com a comunidade escolar

- Avaliação dos alunos, dos funcionários e pais sobre o projeto parque sonoro.

49 | Parque sonoro
Completude: 45,00 %
Meta: Criar um parque sonoro com os diferente painéis e objetos favorecendo a criação experimentação e pesquisa de diferentes sons, de maneira lúdica e divertida.
Etapa: Montagem do parque com a instalação de equipamentos, esculturas e objetos sonoros.
Descrição:

- Em TFC apresentação da proposta de parque sonoro

- Levantamento das possibilidades de objetos sonoros

- Confecção de objetos sonoros na ala dos berçários

- Campanha com a comunidade escolar para a arrecadação de materiais

Pontos de Atenção:

- Planejamento e plano de ação para a implantação do parque sonoro

- Avaliação

Encaminhamentos:

- Projeto de formação em serviço com professoras e educadoras

- Campanha de arrecadação dos materiais com a comunidade escolar

- Avaliação dos alunos, dos funcionários e pais sobre o projeto parque sonoro.

50 | Parque sonoro
Completude: 45,00 %
Meta: Criar um parque sonoro com os diferente painéis e objetos favorecendo a criação experimentação e pesquisa de diferentes sons, de maneira lúdica e divertida.
Etapa: Elaboração do plano de trabalho para a inauguração do parque sonoro envolvendo a participação dos alunos.
Descrição:

- Em TFC apresentação da proposta de parque sonoro

- Levantamento das possibilidades de objetos sonoros

- Confecção de objetos sonoros na ala dos berçários

- Campanha com a comunidade escolar para a arrecadação de materiais

Pontos de Atenção:

- Planejamento e plano de ação para a implantação do parque sonoro

- Avaliação

Encaminhamentos:

- Projeto de formação em serviço com professoras e educadoras

- Campanha de arrecadação dos materiais com a comunidade escolar

- Avaliação dos alunos, dos funcionários e pais sobre o projeto parque sonoro.

51 | Parque sonoro
Completude: 45,00 %
Meta: Criar um parque sonoro com os diferente painéis e objetos favorecendo a criação experimentação e pesquisa de diferentes sons, de maneira lúdica e divertida.
Etapa: Inauguração do parque com a participação da comunidade escolar.
Descrição:

- Em TFC apresentação da proposta de parque sonoro

- Levantamento das possibilidades de objetos sonoros

- Confecção de objetos sonoros na ala dos berçários

- Campanha com a comunidade escolar para a arrecadação de materiais

Pontos de Atenção:

- Planejamento e plano de ação para a implantação do parque sonoro

- Avaliação

Encaminhamentos:

- Projeto de formação em serviço com professoras e educadoras

- Campanha de arrecadação dos materiais com a comunidade escolar

- Avaliação dos alunos, dos funcionários e pais sobre o projeto parque sonoro.

52 | Parque sonoro
Completude: 45,00 %
Meta: Criar um parque sonoro com os diferente painéis e objetos favorecendo a criação experimentação e pesquisa de diferentes sons, de maneira lúdica e divertida.
Etapa: Observar, avaliar e readequar os espaços considerando as propostas, e os interesses das crianças.
Descrição:

- Em TFC apresentação da proposta de parque sonoro

- Levantamento das possibilidades de objetos sonoros

- Confecção de objetos sonoros na ala dos berçários

- Campanha com a comunidade escolar para a arrecadação de materiais

Pontos de Atenção:

- Planejamento e plano de ação para a implantação do parque sonoro

- Avaliação

Encaminhamentos:

- Projeto de formação em serviço com professoras e educadoras

- Campanha de arrecadação dos materiais com a comunidade escolar

- Avaliação dos alunos, dos funcionários e pais sobre o projeto parque sonoro.

53 | Parque sonoro
Completude: 45,00 %
Meta: Criar um parque sonoro com os diferente painéis e objetos favorecendo a criação experimentação e pesquisa de diferentes sons, de maneira lúdica e divertida.
Etapa: Promover adequação do espaço e ampliar propostas de acordo com a observação da participação no ambiente.
Descrição:

- Em TFC apresentação da proposta de parque sonoro

- Levantamento das possibilidades de objetos sonoros

- Confecção de objetos sonoros na ala dos berçários

- Campanha com a comunidade escolar para a arrecadação de materiais

Pontos de Atenção:

- Planejamento e plano de ação para a implantação do parque sonoro

- Avaliação

Encaminhamentos:

- Projeto de formação em serviço com professoras e educadoras

- Campanha de arrecadação dos materiais com a comunidade escolar

- Avaliação dos alunos, dos funcionários e pais sobre o projeto parque sonoro.

54 | "Incluir” é muito bom
Completude: 20,00 %
Meta: Inclusão de alunos portadores de deficiências físicas e ou intelectual, oportunizando atividades significativas aos alunos, bem como o subsídio aos profissionais que trabalham com eles, para que se sintam seguros e conscientes das intervenções que proporcionarão diferentes aprendizagens.
Etapa: Garantir o acesso dos alunos às políticas de atendimento, com o objetivo de eliminar barreiras que impeçam o direito de todos os alunos de frequentarem a creche.
Descrição:

- Os alunos com deficiência têm acesso e atendimento em nossa Unidade Escolar.

- Os espaços físicos de nossa escola são adequados para nossos alunos com deficiência.

- Foi realizado um TFC com as professoras da escola e a professora da sala de recursos para esclarecer dúvidas e dar sugestões de adequação ao trabalho desenvolvido em sala de aula.

- Estamos utilizando estratégias diferenciadas para cada aluno com deficiência em nossa Unidade Escolar, pois temos alunos Autistas, aluna com deficiência visual e alunos com deficiência cognitiva, para cada um deles está sendo trabalhado diversidade de estratégias pois cada um tem sua especificidade e uma maneira de aprender e interagir com o outro.

- Realizamos formações para que desde as práticas pedagógicas, a organização do currículo, as estratégias de ensino, o apoio ao aluno, ao professor e à família seja realmente inclusiva e para todos.

Pontos de Atenção:

- Planejamento de situações de aprendizagem diferenciadas para cada caso

- Aquisição de materiais que promovam a aprendizagem

Encaminhamentos:

Planejamento em conjunto com a professora da sala de recurso

Compra e confecção de materiais de apoio pedagógico

55 | "Incluir” é muito bom
Completude: 20,00 %
Meta: Inclusão de alunos portadores de deficiências físicas e ou intelectual, oportunizando atividades significativas aos alunos, bem como o subsídio aos profissionais que trabalham com eles, para que se sintam seguros e conscientes das intervenções que proporcionarão diferentes aprendizagens.
Etapa: Viabilizar os procedimentos de flexibilização ou adaptação curricular, conforme o que for mais adequado às possibilidades do aluno. Flexibilizações nos procedimentos didáticos e nas atividades • modificações de procedimentos • introdução de atividades alternativas às previstas • introdução de atividades complementares às previstas • modificação do nível de complexidade das atividades • adaptação dos materiais
Descrição:

- Os alunos com deficiência têm acesso e atendimento em nossa Unidade Escolar.

- Os espaços físicos de nossa escola são adequados para nossos alunos com deficiência.

- Foi realizado um TFC com as professoras da escola e a professora da sala de recursos para esclarecer dúvidas e dar sugestões de adequação ao trabalho desenvolvido em sala de aula.

- Estamos utilizando estratégias diferenciadas para cada aluno com deficiência em nossa Unidade Escolar, pois temos alunos Autistas, aluna com deficiência visual e alunos com deficiência cognitiva, para cada um deles está sendo trabalhado diversidade de estratégias pois cada um tem sua especificidade e uma maneira de aprender e interagir com o outro.

- Realizamos formações para que desde as práticas pedagógicas, a organização do currículo, as estratégias de ensino, o apoio ao aluno, ao professor e à família seja realmente inclusiva e para todos.

Pontos de Atenção:

- Planejamento de situações de aprendizagem diferenciadas para cada caso

- Aquisição de materiais que promovam a aprendizagem

Encaminhamentos:

Planejamento em conjunto com a professora da sala de recurso

Compra e confecção de materiais de apoio pedagógico

56 | "Incluir” é muito bom
Completude: 20,00 %
Meta: Inclusão de alunos portadores de deficiências físicas e ou intelectual, oportunizando atividades significativas aos alunos, bem como o subsídio aos profissionais que trabalham com eles, para que se sintam seguros e conscientes das intervenções que proporcionarão diferentes aprendizagens.
Etapa: Desenvolver ações que garantam a acessibilidade aos ambientes físicos da Unidade Escolar, como adequação de espaços físicos e de materiais. Flexibilizações organizativas • organização de agrupamentos • organização didática • organização do espaço
Descrição:

- Os alunos com deficiência têm acesso e atendimento em nossa Unidade Escolar.

- Os espaços físicos de nossa escola são adequados para nossos alunos com deficiência.

- Foi realizado um TFC com as professoras da escola e a professora da sala de recursos para esclarecer dúvidas e dar sugestões de adequação ao trabalho desenvolvido em sala de aula.

- Estamos utilizando estratégias diferenciadas para cada aluno com deficiência em nossa Unidade Escolar, pois temos alunos Autistas, aluna com deficiência visual e alunos com deficiência cognitiva, para cada um deles está sendo trabalhado diversidade de estratégias pois cada um tem sua especificidade e uma maneira de aprender e interagir com o outro.

- Realizamos formações para que desde as práticas pedagógicas, a organização do currículo, as estratégias de ensino, o apoio ao aluno, ao professor e à família seja realmente inclusiva e para todos.

Pontos de Atenção:

- Planejamento de situações de aprendizagem diferenciadas para cada caso

- Aquisição de materiais que promovam a aprendizagem

Encaminhamentos:

Planejamento em conjunto com a professora da sala de recurso

Compra e confecção de materiais de apoio pedagógico

57 | "Incluir” é muito bom
Completude: 20,00 %
Meta: Inclusão de alunos portadores de deficiências físicas e ou intelectual, oportunizando atividades significativas aos alunos, bem como o subsídio aos profissionais que trabalham com eles, para que se sintam seguros e conscientes das intervenções que proporcionarão diferentes aprendizagens.
Etapa: Adquirir equipamentos que favoreçam o bem estar do aluno e que atenda às suas necessidades em particular, promovendo a aprendizagem significativa.
Descrição:

- Os alunos com deficiência têm acesso e atendimento em nossa Unidade Escolar.

- Os espaços físicos de nossa escola são adequados para nossos alunos com deficiência.

- Foi realizado um TFC com as professoras da escola e a professora da sala de recursos para esclarecer dúvidas e dar sugestões de adequação ao trabalho desenvolvido em sala de aula.

- Estamos utilizando estratégias diferenciadas para cada aluno com deficiência em nossa Unidade Escolar, pois temos alunos Autistas, aluna com deficiência visual e alunos com deficiência cognitiva, para cada um deles está sendo trabalhado diversidade de estratégias pois cada um tem sua especificidade e uma maneira de aprender e interagir com o outro.

- Realizamos formações para que desde as práticas pedagógicas, a organização do currículo, as estratégias de ensino, o apoio ao aluno, ao professor e à família seja realmente inclusiva e para todos.

Pontos de Atenção:

- Planejamento de situações de aprendizagem diferenciadas para cada caso

- Aquisição de materiais que promovam a aprendizagem

Encaminhamentos:

Planejamento em conjunto com a professora da sala de recurso

Compra e confecção de materiais de apoio pedagógico

58 | "Incluir” é muito bom
Completude: 20,00 %
Meta: Inclusão de alunos portadores de deficiências físicas e ou intelectual, oportunizando atividades significativas aos alunos, bem como o subsídio aos profissionais que trabalham com eles, para que se sintam seguros e conscientes das intervenções que proporcionarão diferentes aprendizagens.
Etapa: Implementação de um projeto de formação contínua em conjunto com a professora da sala de recurso, com objetivos específicos à educação inclusiva, subsidiando os profissionais (professores e educadores) que atuam diretamente com os alunos portadores de alguma deficiência.
Descrição:

- Os alunos com deficiência têm acesso e atendimento em nossa Unidade Escolar.

- Os espaços físicos de nossa escola são adequados para nossos alunos com deficiência.

- Foi realizado um TFC com as professoras da escola e a professora da sala de recursos para esclarecer dúvidas e dar sugestões de adequação ao trabalho desenvolvido em sala de aula.

- Estamos utilizando estratégias diferenciadas para cada aluno com deficiência em nossa Unidade Escolar, pois temos alunos Autistas, aluna com deficiência visual e alunos com deficiência cognitiva, para cada um deles está sendo trabalhado diversidade de estratégias pois cada um tem sua especificidade e uma maneira de aprender e interagir com o outro.

- Realizamos formações para que desde as práticas pedagógicas, a organização do currículo, as estratégias de ensino, o apoio ao aluno, ao professor e à família seja realmente inclusiva e para todos.

Pontos de Atenção:

- Planejamento de situações de aprendizagem diferenciadas para cada caso

- Aquisição de materiais que promovam a aprendizagem

Encaminhamentos:

Planejamento em conjunto com a professora da sala de recurso

Compra e confecção de materiais de apoio pedagógico

59 | "Incluir” é muito bom
Completude: 20,00 %
Meta: Inclusão de alunos portadores de deficiências físicas e ou intelectual, oportunizando atividades significativas aos alunos, bem como o subsídio aos profissionais que trabalham com eles, para que se sintam seguros e conscientes das intervenções que proporcionarão diferentes aprendizagens.
Etapa: A adoção de uma prática inclusiva será norteada pelo projeto pedagógico da Unidade, que deverá considerar as diferentes estratégias de ensino visando à inclusão escolar.
Descrição:

- Os alunos com deficiência têm acesso e atendimento em nossa Unidade Escolar.

- Os espaços físicos de nossa escola são adequados para nossos alunos com deficiência.

- Foi realizado um TFC com as professoras da escola e a professora da sala de recursos para esclarecer dúvidas e dar sugestões de adequação ao trabalho desenvolvido em sala de aula.

- Estamos utilizando estratégias diferenciadas para cada aluno com deficiência em nossa Unidade Escolar, pois temos alunos Autistas, aluna com deficiência visual e alunos com deficiência cognitiva, para cada um deles está sendo trabalhado diversidade de estratégias pois cada um tem sua especificidade e uma maneira de aprender e interagir com o outro.

- Realizamos formações para que desde as práticas pedagógicas, a organização do currículo, as estratégias de ensino, o apoio ao aluno, ao professor e à família seja realmente inclusiva e para todos.

Pontos de Atenção:

- Planejamento de situações de aprendizagem diferenciadas para cada caso

- Aquisição de materiais que promovam a aprendizagem

Encaminhamentos:

Planejamento em conjunto com a professora da sala de recurso

Compra e confecção de materiais de apoio pedagógico

60 | "Incluir” é muito bom
Completude: 20,00 %
Meta: Inclusão de alunos portadores de deficiências físicas e ou intelectual, oportunizando atividades significativas aos alunos, bem como o subsídio aos profissionais que trabalham com eles, para que se sintam seguros e conscientes das intervenções que proporcionarão diferentes aprendizagens.
Etapa: Transformar as práticas pedagógicas, em momentos de formação continuada, para romper com o modelo homogeneizado e considerar a diversidade humana como princípios de organização de sala de aula e do planejamento de ensino, qualificando as intervenções pedagógicas junto aos alunos.
Descrição:

- Os alunos com deficiência têm acesso e atendimento em nossa Unidade Escolar.

- Os espaços físicos de nossa escola são adequados para nossos alunos com deficiência.

- Foi realizado um TFC com as professoras da escola e a professora da sala de recursos para esclarecer dúvidas e dar sugestões de adequação ao trabalho desenvolvido em sala de aula.

- Estamos utilizando estratégias diferenciadas para cada aluno com deficiência em nossa Unidade Escolar, pois temos alunos Autistas, aluna com deficiência visual e alunos com deficiência cognitiva, para cada um deles está sendo trabalhado diversidade de estratégias pois cada um tem sua especificidade e uma maneira de aprender e interagir com o outro.

- Realizamos formações para que desde as práticas pedagógicas, a organização do currículo, as estratégias de ensino, o apoio ao aluno, ao professor e à família seja realmente inclusiva e para todos.

Pontos de Atenção:

- Planejamento de situações de aprendizagem diferenciadas para cada caso

- Aquisição de materiais que promovam a aprendizagem

Encaminhamentos:

Planejamento em conjunto com a professora da sala de recurso

Compra e confecção de materiais de apoio pedagógico

61 | "Incluir” é muito bom
Completude: 20,00 %
Meta: Inclusão de alunos portadores de deficiências físicas e ou intelectual, oportunizando atividades significativas aos alunos, bem como o subsídio aos profissionais que trabalham com eles, para que se sintam seguros e conscientes das intervenções que proporcionarão diferentes aprendizagens.
Etapa: Realizar ações que capacitem os profissionais da escola em a inclusão de alunos com deficiências para que seja compreendida entre eles, como oportunidade de desenvolvimento de todos os alunos, para que beneficiem da interação e da mediação propostas, através de palestras com profissionais da área da saúde, da educação e assistentes sociais, ONG’s que trabalham com esse segmento e outras instituições que promovam a inclusão.
Descrição:

- Os alunos com deficiência têm acesso e atendimento em nossa Unidade Escolar.

- Os espaços físicos de nossa escola são adequados para nossos alunos com deficiência.

- Foi realizado um TFC com as professoras da escola e a professora da sala de recursos para esclarecer dúvidas e dar sugestões de adequação ao trabalho desenvolvido em sala de aula.

- Estamos utilizando estratégias diferenciadas para cada aluno com deficiência em nossa Unidade Escolar, pois temos alunos Autistas, aluna com deficiência visual e alunos com deficiência cognitiva, para cada um deles está sendo trabalhado diversidade de estratégias pois cada um tem sua especificidade e uma maneira de aprender e interagir com o outro.

- Realizamos formações para que desde as práticas pedagógicas, a organização do currículo, as estratégias de ensino, o apoio ao aluno, ao professor e à família seja realmente inclusiva e para todos.

Pontos de Atenção:

- Planejamento de situações de aprendizagem diferenciadas para cada caso

- Aquisição de materiais que promovam a aprendizagem

Encaminhamentos:

Planejamento em conjunto com a professora da sala de recurso

Compra e confecção de materiais de apoio pedagógico

62 | "Incluir” é muito bom
Completude: 20,00 %
Meta: Inclusão de alunos portadores de deficiências físicas e ou intelectual, oportunizando atividades significativas aos alunos, bem como o subsídio aos profissionais que trabalham com eles, para que se sintam seguros e conscientes das intervenções que proporcionarão diferentes aprendizagens.
Etapa: “A educação de qualidade supõe um projeto pedagógico, em conformidade com a política de inclusão, que possibilite o acesso e a permanência – com êxito – de todos os alunos na escola, de modo a contemplar as suas necessidades educacionais”. Assim, a Unidade Escolar, promoverá ações que estreitem as relações entre as famílias e a creche, a fim de possibilitar o desenvolvimento dos alunos portadores de alguma deficiência, tais como: debates com profissionais capacitados, troca de experiências entre as famílias entre outras.
Descrição:

- Os alunos com deficiência têm acesso e atendimento em nossa Unidade Escolar.

- Os espaços físicos de nossa escola são adequados para nossos alunos com deficiência.

- Foi realizado um TFC com as professoras da escola e a professora da sala de recursos para esclarecer dúvidas e dar sugestões de adequação ao trabalho desenvolvido em sala de aula.

- Estamos utilizando estratégias diferenciadas para cada aluno com deficiência em nossa Unidade Escolar, pois temos alunos Autistas, aluna com deficiência visual e alunos com deficiência cognitiva, para cada um deles está sendo trabalhado diversidade de estratégias pois cada um tem sua especificidade e uma maneira de aprender e interagir com o outro.

- Realizamos formações para que desde as práticas pedagógicas, a organização do currículo, as estratégias de ensino, o apoio ao aluno, ao professor e à família seja realmente inclusiva e para todos.

Pontos de Atenção:

- Planejamento de situações de aprendizagem diferenciadas para cada caso

- Aquisição de materiais que promovam a aprendizagem

Encaminhamentos:

Planejamento em conjunto com a professora da sala de recurso

Compra e confecção de materiais de apoio pedagógico

63 | Escola e família, uma boa parceria
Completude: 45,00 %
Meta: Estabelecimento de diálogo aberto com as famílias e comunidade local, a fim de promover a colaboração e parceria deles visando a ampliação e qualificação da aprendizagem dos alunos, bem como a convivência harmoniosa entre as famílias e a creche.
Etapa: Proporcionar às famílias e comunidade local, ações que promovam o envolvimento no dia a dia da escola, como por exemplo: festas temáticas, reuniões com pais e familiares, palestras, exposições de trabalhos pedagógicos, oficinas, entre outros.
Descrição:

- Foram realizadas reuniões com as famílias.

- Foram realizadas  Reuniões de Pais no período de 27/08 a 31/08, porém quando necessário agendamos reuniões fora da data estabelecida.

Pontos de Atenção:

Reuniões para atendimento individualizado

Encaminhamentos:

Agendamento antecipado

64 | Escola e família, uma boa parceria
Completude: 45,00 %
Meta: Estabelecimento de diálogo aberto com as famílias e comunidade local, a fim de promover a colaboração e parceria deles visando a ampliação e qualificação da aprendizagem dos alunos, bem como a convivência harmoniosa entre as famílias e a creche.
Etapa: Realizar reuniões de pais, bimestrais ou sempre que houver necessidades, para que a vida escolar dos alunos sejam acompanhadas pelos pais ou responsáveis.
Descrição:

- Foram realizadas reuniões com as famílias.

- Foram realizadas  Reuniões de Pais no período de 27/08 a 31/08, porém quando necessário agendamos reuniões fora da data estabelecida.

Pontos de Atenção:

Reuniões para atendimento individualizado

Encaminhamentos:

Agendamento antecipado

65 | Escola e família, uma boa parceria
Completude: 45,00 %
Meta: Estabelecimento de diálogo aberto com as famílias e comunidade local, a fim de promover a colaboração e parceria deles visando a ampliação e qualificação da aprendizagem dos alunos, bem como a convivência harmoniosa entre as famílias e a creche.
Etapa: Promoção de eventos que mobilizem a comunidade, onde a participação maciça seja o principal objetivo, por exemplo: dia da beleza, bazar da pechincha, ação social, atividades culturais (passeios, teatros, visitas entre outros), exposição de trabalhos pedagógicos realizados pelos alunos, palestras com profissionais capacitados e cursos de artesanatos, culinária, entre outros.
Descrição:

- Foram realizadas reuniões com as famílias.

- Foram realizadas  Reuniões de Pais no período de 27/08 a 31/08, porém quando necessário agendamos reuniões fora da data estabelecida.

Pontos de Atenção:

Reuniões para atendimento individualizado

Encaminhamentos:

Agendamento antecipado

66 | Formar para transformar
Completude: 50,00 %
Meta: Visando um atendimento de excelente qualidade aos nossos alunos, famílias e comunidade, formaremos todos os funcionários da creche continuamente, capacitando-os de acordo com suas atribuições e competências.
Etapa: Fazer a formação continuada de 4 horas semanais com todos os professores e educadores que atuam na creche.
Descrição:

- Os professores recebem formação todas as terças e quintas feira das 14h00 as 16h00;

- Os educadores são divididos em três turmas para realização do TFC.

Turma A: 3ª e 4ª das 8h30 as 10h30

Turma B: 5ª e 6ª das 8h30 as 10h30

Turma C: 2ª e 5ª das 9h00 as 11h00

- Os profissionais são sempre informados e incentivados a participar de formações e/ou capacitação oferecida pela SEC e outras Instituições.

Pontos de Atenção:

Formação continuada em serviço

Encaminhamentos:

Manter a datas e horários das formações

67 | Formar para transformar
Completude: 50,00 %
Meta: Visando um atendimento de excelente qualidade aos nossos alunos, famílias e comunidade, formaremos todos os funcionários da creche continuamente, capacitando-os de acordo com suas atribuições e competências.
Etapa: Incentivar os professores e educadores da Instituição a realizar cursos de formação para a sua capacitação profissional, oferecidos pela Secretaria de Educação e Cidadania e outras Instituições Educacionais.
Descrição:

- Os professores recebem formação todas as terças e quintas feira das 14h00 as 16h00;

- Os educadores são divididos em três turmas para realização do TFC.

Turma A: 3ª e 4ª das 8h30 as 10h30

Turma B: 5ª e 6ª das 8h30 as 10h30

Turma C: 2ª e 5ª das 9h00 as 11h00

- Os profissionais são sempre informados e incentivados a participar de formações e/ou capacitação oferecida pela SEC e outras Instituições.

Pontos de Atenção:

Formação continuada em serviço

Encaminhamentos:

Manter a datas e horários das formações

68 | Formar para transformar
Completude: 50,00 %
Meta: Visando um atendimento de excelente qualidade aos nossos alunos, famílias e comunidade, formaremos todos os funcionários da creche continuamente, capacitando-os de acordo com suas atribuições e competências.
Etapa: Fazer a formação continuada de 3 horas mensais com todos os funcionários que atuam na creche.
Descrição:

- Os professores recebem formação todas as terças e quintas feira das 14h00 as 16h00;

- Os educadores são divididos em três turmas para realização do TFC.

Turma A: 3ª e 4ª das 8h30 as 10h30

Turma B: 5ª e 6ª das 8h30 as 10h30

Turma C: 2ª e 5ª das 9h00 as 11h00

- Os profissionais são sempre informados e incentivados a participar de formações e/ou capacitação oferecida pela SEC e outras Instituições.

Pontos de Atenção:

Formação continuada em serviço

Encaminhamentos:

Manter a datas e horários das formações

69 | Formar para transformar
Completude: 50,00 %
Meta: Visando um atendimento de excelente qualidade aos nossos alunos, famílias e comunidade, formaremos todos os funcionários da creche continuamente, capacitando-os de acordo com suas atribuições e competências.
Etapa: Promover encontros semestrais (Encontros Pedagógicos) com foco no enriquecimento profissional de todos que atuam na creche, ampliando os saberes e possibilitando as trocas de experiências entre eles.
Descrição:

- Os professores recebem formação todas as terças e quintas feira das 14h00 as 16h00;

- Os educadores são divididos em três turmas para realização do TFC.

Turma A: 3ª e 4ª das 8h30 as 10h30

Turma B: 5ª e 6ª das 8h30 as 10h30

Turma C: 2ª e 5ª das 9h00 as 11h00

- Os profissionais são sempre informados e incentivados a participar de formações e/ou capacitação oferecida pela SEC e outras Instituições.

Pontos de Atenção:

Formação continuada em serviço

Encaminhamentos:

Manter a datas e horários das formações

70 | Formar para transformar
Completude: 50,00 %
Meta: Visando um atendimento de excelente qualidade aos nossos alunos, famílias e comunidade, formaremos todos os funcionários da creche continuamente, capacitando-os de acordo com suas atribuições e competências.
Etapa: Incentivar todos os profissionais que atuam na creche, à leitura, promovendo ações que possibilitem a circulação entre eles, de materiais de apoio pedagógico, como: livros, revistas, periódicos, DVDs, reportagens entre outros, socializados em pastas viajantes, murais interativos e sacolinhas culturais.
Descrição:

- Os professores recebem formação todas as terças e quintas feira das 14h00 as 16h00;

- Os educadores são divididos em três turmas para realização do TFC.

Turma A: 3ª e 4ª das 8h30 as 10h30

Turma B: 5ª e 6ª das 8h30 as 10h30

Turma C: 2ª e 5ª das 9h00 as 11h00

- Os profissionais são sempre informados e incentivados a participar de formações e/ou capacitação oferecida pela SEC e outras Instituições.

Pontos de Atenção:

Formação continuada em serviço

Encaminhamentos:

Manter a datas e horários das formações

Indicadores de Projeto
Próximas Atividades
# Atividade Meta Etapa Descrição